O dólar opera novamente em queda nesta segunda-feira (9), caindo abaixo de R$ 5,25, depois da vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais americanas, apesar da recusa de Donald Trump a reconhecer a derrota, e após análise preliminar apontar que a vacina da Pfizer contra Covid-19 é mais de 90% eficaz.

Às 9h48, a moeda norte-americana caía 3,07%, a R$ 5,2267. Na mínima até o momento chegou a R$ 5,2257, menor cotação intradia desde 16 de setembro (R$ 5,2123).

Na sexta-feira, o dólar fechou em queda de 2,78%, a R$ 5,3920, acumulando baixa de 6,03% na semana e na parcial do mês. No ano, ainda acumula alta de 34,47%.

O Banco Central anunciou para esta segunda-feira leilão de swap tradicional para rolagem de até 12 mil contratos com vencimento em abril e agosto de 2021.