Ao invés disso, as opções de áudio e legenda do conteúdo na Plus seguem apenas com o inglês original da produção, além da áudio descrição e o closed caption para a língua.

Se a impressão inicial é de que a questão se trata de um acidente, a realidade é outra. Procurada pelo Filmelier, a Disney declara que a ausência se trata de uma “decisão criativa” que engloba todos os países da América Latina, que também não terão opções de legenda e dublagem em suas respectivas línguas.

A situação soa como uma exceção mesmo, dado que outros títulos com problemas de localização neste lançamento estão relacionados a uma confusão entre as versões da língua portuguesa para o Brasil e Portugal. Ainda de acordo com a Filmelier, diversos curtas do estúdio presentes na plataforma como “Como Nadar”, “A Arte de Pescar” e “A Fonte da Juventude de Donald” estão com áudio e legendas da língua para os portugueses, enquanto o “Brigando por Comida” só conta com dublagem nacional, sem opções de legenda para o brasileiro.

Por/Pedro Strazza