Jogador do Paris Saint-Germain agrediu um torcedor após final da Copa da França; técnico da seleção brasileira não confirmou o jogador como capitão na Copa América.

Após a convocação para a Copa América, Tite deixou em aberto a questão de Neymar continuar ou não sendo capitão da seleção brasileira. A discussão foi levantada após Neymar ser punido por agredir um torcedorna final da Copa da França.

Para Galvão Bueno, que participou do Seleção SporTV desta sexta-feira, o camisa 10 da Seleção não pode ser mais capitão por conta de sua atitude. O narrador ainda relembrou o caso da cusparada de Douglas Costa, da Juventus, em um adversário no Campeonato Italiano.

– O Neymar não pode ser capitão depois do que aconteceu na França. Não pode. O Tite que escolha. Ser convocado, claro que tem que ser. Não vi a comissão técnica, imediatamente, falando com ele. O Tite disse: “Eu vou conversar com ele”. O Douglas Costa, quando teve aquele ato horroroso de cuspir no adversário, não foi convocado.

Por SporTV.com

17/05/2019