O Governo do Maranhão está promovendo os últimos ajustes para o início da implantação do novo Socorrão de Imperatriz, obra executada pelas Secretarias de Estado da Infraestrutura (Sinfra) e Saúde (SES). A nova unidade hospitalar vai atender todos os municípios da Região Tocantina.

Com investimentos de R$ 137 milhões, serão 392 leitos estruturados para atender as necessidades de Urgência e Emergência, sendo 92 leitos de UTI e os demais para internação e acolhimento de urgência.

O Governo está adequando o projeto para o terreno onde a nova unidade hospitalar será construída, no Bairro Vila Machado. Será na avenida Pedro Neiva de Santana.

O secretário de infraestrutura, Clayton Noleto explica as etapas da obra: “Vamos executar essa obra em um terreno de 65 mil metros quadrados. Estamos trabalhando para concluir a aquisição de um terreno ao lado do Hospital Macrorregional de Imperatriz, que já atende muito bem a população”.

“O governador Flávio Dino já declarou esta propriedade de utilidade pública e agora vamos realizar a desapropriação e, em seguida, o processo licitatório”, acrescenta o secretário.

Com a implantação do Novo Socorrão de Imperatriz, o Governo do Estado vai garantir o fim da carência por leitos na Região Tocantina. Em 2016, o Governo inaugurou o Hospital Macrorregional de Imperatriz. Com 116 leitos de internação, 10 deles de UTI, a unidade sanou grave carência por leitos na cidade. Com o novo Socorrão, toda a região terá número suficiente de leitos para atender a demanda.

Materno Infantil quase pronto 

O Governo já concluiu mais de 80% das obras de reforma do Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz (HRMI). Com investimentos de mais de R$ 9 milhões, a entrega do hospital ocorrerá ainda no primeiro semestre de 2019.

Investimentos 

Atualmente, o Governo do Maranhão investe R$ 145,5 milhões em obras de construção e reforma de 16 hospitais, incluindo a obra do novo Hospital da Ilha, que terá quase 400 leitos.

No primeiro mandato do governador Flávio Dino, houve reestruturação da rede de saúde do Estado, com a entrega de oito novos hospitais macrorregionais, além de unidades estratégicas de saúde como o Hospital Estadual de Traumatologia e Ortopedia e a Unidade de Especialidades Odontológicas do Maranhão (Sorrir), que será ampliada para o interior do Estado.

“Mesmo com a crise, o governador tem priorizado obras de grande impacto para a melhoria da qualidade de vida da população, além de garantir que todo o cronograma em andamento seja mantido”, diz Clayton Noleto.

 

Por/Redação

 

23/02/2019