Pelo menos cinco pessoas morreram nesta segunda-feira (20) e outras três sofreram queimaduras, quando um hotel na cidade de Perm, na Rússia, perto dos Montes Urais, foi inundado com água quente, informou o Comitê de Instrução russo (CIR).

Segundo o comunicado do CIR, a inundação ocorreu em um pequeno hotel localizado no porão de um prédio residencial como resultado da ruptura de um tubo do sistema de aquecimento.

A temperatura da água que as usinas termelétricas injetam sob pressão nos sistemas de aquecimento urbano atinge 150 graus Celsius nos dias mais frios.

Nos edifícios ligados ao sistema urbano, a água chega a temperaturas de até 95 graus quando a do ambiente cai abaixo de 30 graus negativos.

O CIR anunciou a abertura de um processo criminal contra os proprietários do hotel.

O crime de prestação de serviços sem as devidas garantias de segurança, resultando na morte de duas ou mais pessoas, é punível na Rússia com até 10 anos de prisão.

Por/ Da EFE Internacional.

20/01/2020